A saudade que você deixou - O mundo da Tutty

quarta-feira, 6 de julho de 2016

A saudade que você deixou


Perder alguém de forma instantânea te deixa com muitos momentos sem resposta. 
É assim comigo,  toda vez que penso no meu pai. 
Meu pai por mais briguento e cabeça dura que fosse, tinha um coração enorme e de manteiga. Amava a família e fazia de tudo para ver todos felizes. 
Agradeço por todos os momentos que tive com ele, sejam de brigas ou dos melhores momentos. Eramos que nem cão e gato, se estranhava só de olhar, mas não conseguíamos ficar longe um do outro. Fomos duas pessoas totalmente diferentes mais vivíamos uma só vida, e essa foi a parte mais difícil de ter te perdido.
Eu passei a vida toda pensando que a qualquer momento eu poderia perder qualquer pessoa da família, mas para mim você era invencível e imortal, então com você eu nunca me preocupei, achei que te teria para a vida toda.
Até um triste dia eu descobrir que você tinha câncer, e no mesmo dia ter que encarar o fato que não era apenas um câncer, mais ele já tinha se alastrado por todo o corpo e não tínhamos mais o que fazer.
Ter que te perder para o câncer já era muito difícil, ter que fazer isso e ficar de braços cruzados era muito pior.


Foram apenas 13 dias de puro desespero, e eu não sei até hoje se eu agradeço a Deus por ter te levado logo e você não ter passado por todo o sofrimento que essa doença traz, ou se eu reclamo por não ter tido mais algumas horas ou dias com você.
Desde então minha memória não para de passar tudo o que vivemos, você se foi sem ao certo saber o que tinha, não era certo te dar uma noticia dessa sem que tivéssemos uma solução, mas me pergunto o que teria feito de diferente caso soubesse.
Na madrugada anterior a sua ida, me pergunto se eu devia ter feito alguma loucura por você e não apenas ter ficado te vendo sofrer e pedindo a Deus uma solução.
No seu internamento antes de ir, devia ter te abracado mais forte, ter te dito mais vezes que eu estava ali  e ter ficado, ter te dito mais vezes que tudo ficaria bem, por mais que eu tivesse dito, mesmo que não ficasse. Devia ter te beijado mais, segurado sua mão mais forte e pedido para ficar.
Deixamos muita coisa sem fazer, não batemos o carro novo, não tomamos aquele acai, não saímos pela ultima vez de braços dado na rua, como você tinha orgulho disso. Não te pedi alguns últimos conselhos e como eu queria ter feito isso.


Hoje mesmo após quase um ano e meio, não suporto ficar em casa e me sentir tão só, não ter com quem almoçar ou brigar pelo canal de tv, não tenho com quem dormir a tarde ou reclamar da zuada. Não tenho mais com quem passar a tarde comendo em vários lugares na cidade, não tenho mais com quem pegar suas netas, nosso melhor momento. Não tenho mais ninguém na maior parte do dia, porque por pior que fossemos juntos, eramos os melhores em sermos os piores, e eu te amava por isso.
Tenho saudade do momento que te levei para comer o primeiro Bob's ou o primeiro Subway, saudade da primeira vez que te levei na sorveteria e você descobriu que tinha sorvete diet, ficou que nem criança. Saudade de olhar nos seus olhos e nunca entender o que tinha no fundo deles, mesmo sabendo que era algo bom, saudade do seu sorriso, da sua voz, do seu abraço nas noites de tormenta.
Saudade de cada pedacinho nosso, que ninguém sabe e que ninguém vai ser capaz de substituir.
Tive que ser forte depois da sua ida, mesmo perdendo meu mundo, eu sabia que para minha mãe seria sempre pior, você foi o único amor da vida dela, e eu precisava ser forte por ela.
Ás pessoas nunca se importaram com minha dor, ou com a ausência que você causaria, mais todo mundo se preocupava com ela. Pensei que se a perdesse também, o que poderia acontecer, minha vida não teria sentido mais.


Então me esforcei todos os dias, por você e por ela, mais não sei até quando vou ser forte, a sua falta não melhora com o passar do tempo, acho que no inicio foi até mais fácil, ainda não acreditava na sua ida, olhava para porta como se você fosse chegar, ouvia o barulho do carro, e sempre que você não estava em casa eu ficava pensando " não, ele está trabalhando, logo ele volta". Mas essa volta nunca acontecia, então tudo piorou por um dia eu tive que acreditar que nunca te veria de novo.
Por Deus, que por vezes pensei em desabar e deixar a vida me levar, só para poder te encontrar em algum outro lugar, outra vida, mas que fosse logo.
Minha vida perdeu todo o sentido, porque antes eu fazia as coisas para te impressionar, você ficava feliz com tudo que eu fazia e com todas as ideias, hoje não tenho mais alguém que me apoie tanto.
Não consegui descobrir o que é a vida depois de você, sem você.
Ei pai, se algum dia em alguma outra vida a gente se reencontrar, eu prometo que vou ser muito melhor do que fui nessa vida.
Meu amor será sempre seu. Por toda a vida.