Resenha 65°: Em Busca do sentido da vida - O mundo da Tutty

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Resenha 65°: Em Busca do sentido da vida


Titulo: Em Busca do sentido da vida
Autor: Augusto Cury
Ano: 2013
Editora: Planeta
Páginas: 368
Classificação: História/ Romance
Frases do livro


Sinopse do livro: Este romance é sobre um colecionador de lágrimas que, depois de experimentar terríveis perdas e sofrer derrotas inimagináveis, transforma-se num colecionador de esperanças. Ao ler esta obra você acompanhará a fascinante vida de um homem que aprendeu a superar o desespero e a dor após viver um dos capítulos mais dramáticos da história da humanidade. O professor Júlio Verne, um célebre intelectual de seu tempo, vive asfixiado por rotina, fama e conforto. Sua vida não tem um sentido existencial nobre. É então que ele descobre a “lei vital da psiquiatria/psicologia”: uma pessoa só é verdadeiramente feliz quando procura irrigar a felicidade dos outros e promover seu bem estar. Assim, em busca de um sentido existencial, o professor aceita participar do inédito e incrível projeto tecnológico de viajar no tempo. Seu objetivo: impedir que a Segunda Guerra Mundial aconteça e varrer das páginas da História as piores atrocidades já cometidas pelos homens



Minha opinião: Júlio Verne é um professor extraordinário de História com mega conhecimento sobre a vida de Adolf Hitler e a segunda Guerra Mundial. Por isso em meio a toda turbulência de sua vida, e de sua mulher estar grávida, Júlio ama o que faz. E por isso foi chamado para participar ddo projeto " Túnel do tempo" . E essa é a parte principal da história é que me surpreendeu. Porque apesar do titulo do livro ser bem chamativo ao falar de vida, você jamais adivinharia que o livro iria tratar desse assunto. Um assunto que eu não faço ideia porque chama tanto minha atenção. E que tenho certo fascínio. 
Entre todas as reuniões de Júlio com todos que participam do projeto foi decidido que ele voltaria no tempo a fim de não deixar a Segunda Guerra Mundial acontecer.
Entre idas e vindas ao passado, o professor Julio Verne passa por momentos cruciais da História mundial, passa por maus bocados em campos de concentração, já que ele é um judeu, conhece amigos e faz inimigos e aprende um pouco mais sobre a capacidade dos homens de fazerem o mal a si próprios e aos outros. Mas do que nunca Júlio sabe o que tem que fazer, o que quer fazer e presencia um dos momentos da história que mais chamava a atenção dele. 
Júlio vê de perto todos os acontecimentos que teve na Polônia, nos campos de concentração, e percebe que apesar de todas as aulas que ele deu e de tudo que ele imaginava saber, ele não conseguiu mostrar a real realidade, que era aquilo que ele estava vivendo. 
Então Júlio passa por diversos passados, volta várias vezes ao tempo, quando Hitler já estava no poder, quando a guerra já tinha começado, quando Hitler ainda queria entrar para a faculdade de artes, quando era ainda menino, tudo com a intenção de acabar com a guerra ou como a vida de Adolf Hitler, com um único sentido, que toda aquela guerra e morte não acontecesse. Apesar de ser a favor da educação, em alguns momentos Júlio pensa em matar Adolf, e nesse momento que sua mulher e alguns amigos também entram na máquina do tempo. 
Jamais pensei que esse livro tivesse um sentido tão grande e que fosse tão forte. Eu que não sou fã de história, conheci afundo a segunda guerra lendo os primeiros livros sobre, e hoje cada vez que me surpreendo com um novo livro, vendo por um ponto de vista diferente, é incrível, ao mesmo tempo que é triste ver tanta gente morrer por causa de um louco. Em busca do sentido da vida, mostra uma chance de voltar ao tempo e consertar o que ninguém foi capaz, a morte de tantas pessoas inocentes. Além de criar uma moral sobre o sentido da vida e quem queremos ser, o livro nos mostrar um pouquinho mais da guerra e de como foi catastrófico, mesmo que por fim ele tenha criado um final feliz. 
A parte que mais me chamou atenção fora a guerra em si, cada pedacinho que ele contou, foi quando ele mostrou todas as características de Hitler, como ele se tornou aquele monstro. Foi um livro incrível.
Eu não cheguei a ler " O Colecionador de lágrimas ", o que agora pretendo fazer.


O que vocês acharam do livro?