Lançamentos de agosto:Companhia das Letras - O mundo da Tutty

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Lançamentos de agosto:Companhia das Letras

A melhor parte e a pior do mês, e você ver suas editoras preferidas lançando novos livros e você não conseguiu comprar nem os do mês passado! Então nossa caixinha do skoob sempre anda cheia de livro adicionados! Me sinto plena com essa situação, você não?


E como não podeira faltar lá vamos nós para os lançamentos desse mês? São muito é eu resolvi escolher mais uma vez, aqueles que eu adoraria ter na minha estante!


1- O menino do pijama listrado (nova versão)

Já viram que capa mais linda ficou? Já fiz resenha desse livro e filme aqui no blog. Tenho o livro na minha estante com muito orgulho porque é excelente, mas vamos combinar que eu precisava dessa capa!  Esse livro conta a história de dois meninos que se tornaram amigos durante a eclosão da segunda guerra mundial, e estavam separados por um muro. E interessante ver a história pelos olhos do garoto.

2- Suicidas (Christiano Menezes)

Antes que o mundo pudesse sonhar com o terrível jogo da baleia azul, que leva jovens a tirar a própria vida, ou que a série de televisão Thirteen Reasons Whyfosse lançada e se tornasse o sucesso que é hoje, Raphael Montes, então com 22 anos, já tratava do tema do suicídio entre jovens com a ousadia que virou sua marca registrada. Em seu primeiro livro, que a Companhia das Letras agora relança acrescido de um novo capítulo, conhecemos a história de Alê e seus colegas, jovens da elite carioca encontrados mortos no porão do sítio de um deles em condições misteriosas que indicam que os nove amigos participaram de um perigoso e fatídico jogo de roleta russa. Aos que ficaram, resta tentar descobrir o que teria levado aqueles adolescentes, aparentemente felizes e privilegiados, a tirar a própria vida. Para isso, contamos com os escritos deixados por Alê, um narrador nada confiável.


3- O diário do Hospício e o cemitério dos vivos (Victor Burton)
Internado por duas vezes em instituições psiquiátricas por delírios alcoólicos, Lima Barreto documentou em Diário do hospício sua passagem pelo Hospício Nacional dos Alienados, no Rio de Janeiro, de maneira lúcida e contundente. No romance inacabado O cemitério dos vivos, o autor transpôs para a chave ficcional a mesma vivência. Os dois textos foram publicados em conjunto postumamente, em 1953 e em 2010, receberam nova e cuidadosa edição organizada por Augusto Massi e Murilo Marcondes de Moura e prefaciada por Alfredo Bosi. Relançada agora pela Companhia das Letras, esta edição conta com notas e imagens inéditas, que oferecem nova contextualização do ambiente manicomial, além de incluir ao final uma nova reportagem de Raymundo Magalhães datada de 1920. (Esse livro deve ser incrível).

4- Os segredos do guarda-roupa europeu (Anuschkas Rees)
Você gosta de todas as suas roupas? Está feliz com a sua maneira de se vestir? Já se pegou desejando ter o estilo dos outros? Ou sentiu que tinha um monte de roupas, mas nada para usar? Quando Anuschka Rees se mudou para Londres, enfrentou o desafio de viver com menos espaço. Mas ela não precisou sacrificar o seu estilo por isso. Aprendeu com suas conterrâneas os segredos que podem nos tornar tão estilosas quanto as habitantes das capitais mais famosas da moda, sem gastar demais. Em Os segredos do guarda-roupa europeu ela ensina como montar um guarda-roupa de qualidade que seja a sua cara.

5- As cores do amor
O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.

6- Inquebrável (Pablo e Fernando Fernandes)
Escrito com o jornalista Pablo Miyazawa, este livro é um relato emocionante que mostra como um jovem apaixonado por esportes não se deixou abater por uma tragédia, transformando-se num exemplo nacional. Incluindo trechos impactantes do diário que Fernando escreveu no hospital dias depois da batida de carro, Inquebrável é uma história de resiliência, fé e, sobretudo, confiança no próprio potencial.

Quais livros vocês também amariam ter na estante?

Nenhum comentário:

Postar um comentário