Livro 76°: Quarentena Amorosa - O mundo da Tutty

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Livro 76°: Quarentena Amorosa


Titulo: Quarentena Amorosa
Autora: Angela Brandão
Ano: 2015
Editora: Sextante
Páginas: 192
Classificação: Comédia romântica / Auto-ajuda
Frases do livro


Sinopse: Terminar um relacionamento não é nada fácil. Quase sempre, a dor da separação vem acompanhada de um mundo de incertezas. E agora? Como fazer para seguir em frente?
Pensando nisso, a jornalista, cantora e compositora Angela Brandão propõe o que ela chama de quarentena amorosa, um período de cuidados especiais para ajudar você a cicatrizar as feridas, cuidar de si e recuperar o amor-próprio.
Recheado de boas histórias e pontuado por trechos de canções e poemas inspiradores, este livro apresenta 12 princípios práticos para sair da inércia que acompanha o fim de uma relação e dar início ao processo de cura.
Por mais difícil que possa parecer no início, a resposta que buscamos está em ações ao nosso alcance: criar hábitos novos, cuidar do corpo e da aparência, evitar atitudes radicais e apostar apenas em relações que interessam, sejam elas com pessoas, lugares, objetos ou memórias.
Dando os passos certos, um de cada vez, você pode descobrir que a quarentena era o período que você precisava para voltar a desfrutar a melhor companhia de todas. A sua.


Minha opinião: Todo mundo sabe que eu nunca leio a sinopse antes de realmente decidir ler o livro. Dai compro o livro e fico imaginando o que a capaz me diz, sim! As capas falam comigo, rs.
Então quando compre esse livro tive um pensamento: é um livro que te livra de passar pela deprê do fim de um relacionamento, sem querer correr loucamente atrás do bendito bandido que um dia roubou teu coração. Então esse foi o motivo de ter demorado de ler esse livro. Na primeira oportunidade de uma quase briga, lá estava eu lendo.
Não vou dizer que é o melhor livro do mundo, mas teve momentos de muito aprendizado, e que ri muito com as ideias e iniciativas que esse livro teve. Lembro que em algum momento da história (e na minha opinião, a melhor) a autora conta que uma mulher na dúvida do que fazer com a prancha do ex -marido, é por acaso o artigo que ele mais amava e que ela ainda não tinha conseguido se desfazer, deixou a prancha em casa até ela pensar na melhor artimanha. E por causa de uma ligação desaforada dele, ela simplesmente fez a prancha de pedacinhos e mandou por ele por correio, pra empresa que ele trabalhava, para que ele tivesse o trabalho de montar na frente de todos, e que todos soubessem quem era ela. UMA INSPIRAÇÃO PARA O PRÓXIMO QUE TENTAR ME ATACAR, KKK.
O livro tem uma leitura rápida, intuitiva e engraçada. Os primeiros capítulos ele fala bastante sobre a superação, de formas que você podia até conhecer, mas nunca se dava conta do que fazia ou pensava de errado. Ele te mostra essa superação através de histórias de personagens, de que forma agir e pensar. E com isso não só melhorando sua mente, mais tratando principalmente do corpo. Parece uma grande surpresa, mas a autora cita muito sobre a estética do corpo. Não por motivos de exibições futuras, mas se o corpo tiver mais forte, a cabeça será mais forte também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário