Livro 101: A diferença que fiz!

By 09:30


Titulo: A diferença que fiz
Autor: Gutti Mendonça
Páginas: 484
Ano: 2015
Classificação: Ficção Brasileira


Sinopse: Arthur Zanichelli é um garoto incapaz de perceber a sorte e os privilégios que tem. Filho do doutor Guilherme, um renomado e bem-sucedido médico, dono de um dos hospitais mais bem-conceituados da cidade, Zani, como gosta de ser chamado, prefere insistir no desgaste de sua relação com o pai.
Perto de seus 18 anos, Arthur ainda não consegue perdoar o pai pela morte da mãe quando ainda era apenas uma criança. Ao longo dos anos, a relação de ambos se torna cada vez mais insustentável. Arthur é o exemplo clássico de rebeldia adolescente, se envolvendo com más influências e com fascínio por tudo que é errado ou proibido. 
Tendo cruzado a linha do limite há muito tempo, Zani persiste no caminho do incorreto e do inconsequente, mas, quando ele começa a se distanciar demais desta linha, seu pai, com medo de que não houvesse mais volta e que esta rebeldia se consolidasse na personalidade de uma pessoa ruim, resolve ser radical.
Doutor Guilherme decide expulsá-lo de casa e o envia para um hospital em uma pequena cidade do interior aos cuidados de um colega de profissão. Arthur é obrigado a se passar por um dos pacientes do hospital, que atende e recebe apenas crianças e adolescentes carentes.
Sentindo o enorme contraste de realidade, Arthur começa a conhecer uma vida que não conseguia sequer imaginar que existia. Sem abandonar seu espírito de revolta e maldade, causando muitos conflitos, ele transforma o cotidiano dos internos.
Com personagens marcantes, A diferença que fiz mostra o quanto somos capazes de transformar o mundo – para o bem ou para o mal. Essa história emocionante faz com que tenhamos uma visão mais clara das pessoas que devemos dar valor e das mudanças que devemos buscar em nós mesmos.


" Por que a vontade de não querer desapontar alguém é muito mais forte do que a simples vontade de querer vencer. E eu não queria desapontar você."

Uma linda história de um garoto rebelde, um pai desacreditado e os dois sentindo falta da mulher que pareceu ser o que os unia. Guilherme se irrita com os ultimos erros de seu filho Zani, e o expulsa de casa e o envia para o Instituto do câncer infantil. Esperando que um milagre aconteça, Guilherme fica recebendo noticias. Guilherme fica sem contato com o mundo lá fora e tentando fugir as milhões de vezes que ele acha oportunidade.

" A graça da vida está em um dia você estar completamente entediada e, minutos depois, seus amigos aparecerem na sua casa, e sei lá... te levarem pra sair na chuva, você conversa, fala besteiras, ri até sua barriga doer e acaba tendo um dos melhores dias da sua vida. A graça da vida está em você ter uma baita briga com sua melhor amiga, chorar, se culpar, culpar ela, xingar em silêncio e depois fazer as pazes, deixando a amizade ainda mais forte. A graça da vida está em você enjoar  de comer a mesma comida da sua avó toda semana, mas poder voltar a comer a mesma comida seis meses depois.. É você xingar todos os dias suas aulas, mas querer voltar correndo para ouvir as aulas do seu professor. A vida é cheia de altos e baixo, os maus momentos servem para darmos valor aos bons, ou para nos fazer crescer, evoluir."

Maaasss... Ele conhece Yasmin, o que para ele seria apenas uma paciente. Yasmin parece mais uma adulta, que a idade que ela tem, mais ensina inúmeras coisas no percorrer dos dias a Zani.
E ao mesmo tempo enquanto ele aprende com Yasmin, você, leitor, aprende a lidar com sentimentos seus, dos pacientes da histórias, com todos os personagens, aprendi a olhar para os outros e pensar antes de dizer ou fazer algo que possa machucar as pessoas. A gente entende a dor do outro e que as pessoas tem respostas diferentes para situações diferentes. É uma história maravilhosa de muito aprendizado. Ao fim do livro a gente descobre o que esse tempo dentro do hospital fez ao garoto e o que ele vai fazer com aquilo tudo.
Gravei um vídeo que logo, logo será postado aqui.

Assuntos relacionados:

0 comentários