sábado, 30 de julho de 2016

Frases do livro: De volta aos sonhos


" Dias ruins são sempre uma droga, mas ás vezes eles acontecem para que a gente descubra a importância das pessoas que estão a nossa volta."

" O passado serve para que a gente saiba o que fazer com o presente. Para não viver olhando para trás, preste atenção aos detalhes. Eles sempre dizem muito."

" O final, às vezes, não acaba no "felizes para sempre"".

" Um dia feliz com uma boa companhia é sempre mais feliz ainda" 

" Então você descobre que nunca será a primeira nem a última página do livro de alguém" 

" O coração sabe todas as respostas. O problema é que não sei se tenho feito as perguntas certas" 

" Em algum lugar do mundo, nesse exato momento, alguém deve estar rindo muito da minha cara"

" Mas, "simples" tem a mania de ser sempre o oposto de todas as coisas que eu quero." 

" Definitivamente, é horrível perceber que não somos a coisa mais importante na vida de quem é a coisa mas importante na nossa vida" 

"Cheguei a conclusão de que perdemos muito quando nos limitamos a fazer apenas as coisas que estamos acostumados a fazer" 

" Esquecer é difícil, mas ser esquecida é ainda mais triste"

" Eu sei que amar é bom, mas realizar sonhos e conhecer lugares novos pode ser ainda melhor" 

" Eu não queria ficar mais presa ao meu passado, então deixei que o futuro se acomodasse ao meu presente"

"Não existem regras e garantias no amor. Estamos todos correndo riscos quando nos apaixonamos por alguém"

" Quando algo que é muito bom acaba, o que vem depois ganha um peso injusto." 

" Porque as coisas boas sempre passam tão rápido e as difíceis ficam nos assombrando?" 

" As coisas começam a dar certo, depois de darem muito errado"
quinta-feira, 28 de julho de 2016

26° Livro: De volta aos sonhos





Titulo: De volta aos sonhos
Autora: Bruna Vieira
Ano: 2014
Editora: Gutenberg
Páginas: 205
Classificação: Literatura Juvenil

Sinopse da orelha do livro: O que você faria se precisasse escolher entre realizar seus sonhos ou ficar com a pessoa que ama? Afinal, o que faz você realmente feliz? 
Quando achava que sua vida havia por fim se resolvido, e que seu coração tinha encontrado paz e aconchego, Anita acidentalmente volta ao passado mais uma vez. As consequências das mudanças que isso provoca fazem com que ela repense suas prioridades de vida. Enquanto decide o que cursar na faculdade, arruma as malas para trabalhar em um país diferente e percebe que o cara que ama virou uma estrela em ascensão no mundo da música, Anita finalmente começa a pensar em si e nos seus sonhos. Além de buscar o controle de seu destino, ela precisará lidar com escolhas erradas e circunstâncias inevitáveis, na tentativa de desvendar, de uma vez por todas, o mistério do blog que a faz viajar no tempo.


Sinopse do livro: Senti algo arranhar minha garganta quando finalmente entendi onde, ou melhor, quando tudo aquilo se passava. Era minha formatura! Aquela era a noite da minha formatura do ensino médio e, por algum motivo muito bizarro, lá estava eu mais uma vez. Literalmente, sem querer. Pela primeira vez na vida, eu não queria mudar meu passado e viver em outra realidade. As coisas finalmente tinham se ajustado, mas pelo visto eu ainda não conseguia controlar meu próprio futuro. Era irônico como, no instante anterior, eu estava em Paris com o Henrique, na situação perfeita, e tudo o que eu queria era aproveitar aquele momento que tanto desejei. Mas, aparentemente, não era aquilo que o destino – ou seja lá o que fosse – desejava, e lá estava eu de novo vivendo minha adolescência. O final, ás vezes, não acaba no ‘felizes para sempre’.


Minha opinião: O livro é a continuação da serie " De volta aos quinze ". Com uma capa linda e a cara da autora, o livro se apresenta muito melhor que o primeiro, em escrita, desenvolvimento e na própria história, foi uma enorme surpresa. A trama gira em torno do relacionamento entre Anita e Henrique, que está fazendo sucesso na internet como cantor, e seu futuro na fotografia,e o Joel, aquele fofo que eu torci para ficarem juntos no primeiro segundo, ela não sabe o que deve seguir. Afinal quem nunca trocou o certo pelo duvidoso nessa vida?! Talvez por isso essa história se encaixe perfeitamente na vida de muitas meninas por aí.
Apesar de Anita já está mais " acostumada" com a viagem no tempo, e saber que se ela mudar alguma coisa no passado, o futuro muda completamente, e agora ela tem a experiência disso com sua família. Anita toma cuidado a cada viajem, porém ela não consegue mais acessar o blog. 
Anita mais uma vez vai tentar controlar o destino, o que será que vai acontecer?
Sem poder dar spolier do livro, apenas posso dizer que estou ansiosa para poder um dia falar com vocês sobre o próximo livro, porque o final desse me deixou mega curiosa! E com toda certeza a Bruna vai nos surpreender muito mais no próximo.
Eu só tenho um problema com relação ao livro: Eu não consigo enxergar Anita no livro, só consigo ver a Bruna como personagem o tempo todo! ahahahahahahahahha

Para deixar tudo melhor ainda rolou uma música linda para o livro:



E vocês o que acharam do livro?
Para ver trechos do livro (clique aqui!)
terça-feira, 26 de julho de 2016

Top 5 - dos 25 livros lidos!

Resolvi fazer esse post hoje, mesmo estando a três livros de atraso da minha meta de leitura (era para ter lido até agora 28!), porque fiquei feliz em ter chegado aos 25 mesmo assim!
Então separei algumas tags que deixaram lá no instagram para que eu respondesse aqui de acordo top 5 dos 25 livros lidos!

5 Melhores livros


5 livros que me ensinaram lições

       Não se iluda, não     Não se apega, não   Feliz por nada    Violetas na janela    Espíritos entre nós

3 Livros que chorei
           Queria ver você feliz                   Diário de uma paixão                           Extraordinário

4 Livros que me fizeram rir


       Super desapegada      Um lugar na janela             Cidades de papel             Jardim secreto


E vocês já leram algum desses livros? O que acharam?
domingo, 24 de julho de 2016

Lançamento do livro " No meio do caminho tinha um amor"


Ontem foi o lançamento do livro " No meio do caminho tinha um amor " do autor Matheus rocha, pela editora sextante.

O início: 
Em 2011 Matheus começou a publicar seus escritos, no ano seguinte criou o blog Neologismo, ele escrevia para poder expressar seus sentimentos e ideias. Seus textos falam um pouco da própria experiência que ele teve nos relacionamentos em geral.


Um pouco sobre o autor:
Matheus cursou Engenharia de Alimentos na UEFS, sabia que não seria seu destino e desistiu. Sonhava em cursar farmácia e acabou virando jornalista. Hoje se torna um autor de sucesso por uma grande editora, a Sextante. Tem 280 mil seguidores (e eu sou um deles! :*) e está já trabalhando no segundo livro que vem com titulo " Muito amor, por favor." com data de lançamento para 26 de agosto e 4 de setembro, na bienal de São Paulo.


O livro e o lançamento:
O reúne 50 crônicas já publicadas no Neologismo e inéditas, com 176 páginas, foi lançada ontem no Shopping Boulevard de Feira de Santana, em evento gratuito. E eu não podia perder a oportunidade de ver esse sonho do Matheus virar realidade, eu que tanto li seus textos pela madrugada, cheguei lá uma hora antes só para ter oportunidade de tirar um monte de fotos.


No local havia muitas fotos das frases do livro espalhadas, tava tão lindo!





Não sei se Matheus sentiu isso, mas parecia que eu que estaria ali autografando os livros! Horas antes comecei a pensar se iria aparecer muitas pessoas, e se não aparecesse ninguém? Será que o Matheus também pensou isso?
Mas sim, apareceu muita gente, a fila só aumentava e os livros saiam da estante feito água!









Redes sociais do autor: Blog - Face do blog - Twitter - Insta do blog -Face do autor - Insta do autor - Twitter do autor

O próximo lançamento será em São Paulo, na Bienal! Será que vou estar lá?
Vocês já leram o livro do Matheus? O que acharam?
Essa semana vai ter mais post falando do autor e da resenha do livro!
Aguardem! 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Look do dia: Preto básico

Oi gente! To tão feliz ! Há dias que queria ter feito esse post, mas estivem bem sem tempo!
Há algumas semanas recebi uma botinha linda da Sass Calcados, e estava doida para mostrar a vocês!
Depois de uns diagnósticos médicos, descobrir que por tão cedo não irei calçar mais saltos com antes, então descobrir minha paixão por botas e coturnos. Assim que fiquei sabendo dessa botinha para minha coleção, P-I -R-E-I! :)

Então esse  fim de semana fiz o look do dia que iria sair a noite com os amigos, e resolvi usar a botinha.
Posso dizer?
Ela é super confortável, acolchoada por dentro que parece que você está calçando tênis de tão fofinho! Amei, porque além de ser muito linda é super confortável, dá para você ir longe com ela, e eu amo sapatos assim.
Então olhá só o look que eu sai:






Esse macaquito lindo que vai desbotar de tanto eu usar (rs)e da Chou Chou
A botinha da Sass Calçados que você encontra pelo site / Face e instagram.

E ai o que acharam do look?
quarta-feira, 20 de julho de 2016

Sobre o autor: Pedro Gabriel


O nome dele é Pedro Gabriel Anhorn. Nasceu em N’Djamena, capital do Chade, em 1984.
Tudo começou numa noite chuvosa de outubro. Na volta para casa e depois de ficar quatro horas preso num engarrafamento, o redator publicitário resolveu dar uma esticada no Café Lamas, no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro, para espairecer. Lá, enquanto aguardava seu sanduíche de rosbife com queijo, começou a rabiscar em um guardanapo de papel.
“Primeiro, encanto. Depois, desencanto. Por fim, cada um pro seu canto” foi a poesia que saiu. Fã de Quintana, Leminski e Millôr, Pedro Gabriel fotografou sua pequena obra-prima com a câmera do celular e, dias depois, resolveu postá-la em uma página do Facebook. Desde então, já recebeu desde cantadas e pedidos de casamento até propostas para transformar seus versos em música.
Os guardanapos ilustrados por Pedro Gabriel são repletos de trocadilhos, metonímias e outras figuras de linguagem. Os textos ganham o papel através de uma grafia inventiva e alguns desenhos, dando conta de tratar das aventuras amorosas e boêmias de Antônio, alter-ego emotivo e apaixonado de Pedro Gabriel.
A página no Facebook já tem mais de 400 mil seguidores - o livro, impresso em novembro, ainda contabilizava 300 mil fãs. De olho neste fenômeno, a Intrínseca convidou Pedro Gabriel para a edição de Eu me Chamo Antônio

Tem uma entrevista bem legal do Pedro na Capricho, confere lá!
sábado, 16 de julho de 2016

Frases do livro: Segundo Eu me chamo Antônio













quinta-feira, 14 de julho de 2016

25° Livro: Segundo - Eu me chamo Antonio


Titulo: Eu me chamo Antônio - Segundo
Ano: 2014
Editora: Intrinseca
Páginas: 192
Classificação: Técnicas de auto-ajuda

Sinopse do livro: Antônio é personagem de um romance que ainda vai ser escrito, o que não o impediu de chegar às livrarias e se tornar um best-seller com mais de 150 mil exemplares vendidos, graças à poesia e à irreverência das frases e desenhos que rabisca em guardanapos, entre um chope e outro. Em Segundo - Eu Me Chamo Antônio, ele revela em pequenos textos suas paixões, suas inspirações e seu rico mundo interior, onde girafas falam de amor, bailarinas beijam palhaços e poetas escrevem rimas bonitas em pequenos pedaços de papel descartável.


Minha opinião: Essa é a continuação do primeiro livro do autor, Eu me chamo Antônio. que surgiu da criatividade do Pedro em fazer poemas e frases em guardanapos em bares. Quando conheci a história juro que quase surtei pensando o que se passava na cabeça do Pedro quando ele simplesmente começava a riscar os guardanapos. Neste segundo volume, o autor usou e abusou dos sentimentos como dor, medo, amor, saudade, ausência, ficou muito mais pessoal que seu primeiro livro. No primeiro seu foco realmente foi mais toda a sua produção já feita nos guardanapos, já nesse volume ele conseguiu extrair mais poemas, fotografias e versos. Acho que o mais legal desse volume é tudo que ele deixa nas entrelinhas para ser captado pelos seus leitores, cada um da sua maneira.
Cada página encontramos um sentimento diferente, um jeito diferente dele demonstrar isso, e foi assim que acabei lendo o livro, uma página por dia, juro que foi difícil, mais foi um teste, pois era tão bom poder ficar pensando no texto que li no dia, que a primeira coisa que eu fazia pela manhã era ler mais uma página, e tentar tirar algum conselho dele.

E você já leu o livro Eu me chamo Antônio - Segundo? O que achou?
Trechos do livro (clique aqui!)
terça-feira, 12 de julho de 2016

Marcadores criativos

Estava pensando esses dias, a segunda coisa melhor que comprar livros, e ter marcadores muito fofos para utilizar nos livros!
De alguns meses para cá, vem surgindo várias ideias de marcadores bem criativas, então resolvi juntar aqui ideias e D.I.Y  de marcadores para utilizarmos:






Coloquei aqui uns marcadores muito fofos apenas para imprimir:











Gostaram das ideias?


Atualizações do Instagram

SnapWidget · Free Widget