sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

49° Livro: Bilionários por acaso: A criação do Facebook


Titulo: Bilionários por acaso: A criação do Facebook
Autor: Ben Mezrich
Ano: 2010
Editora: Intrínseca
Páginas: 232
Classificação: Biografia

Sinopse do livro: BILIONÁRIOS POR ACASO É UM RELATO IMPRESSIONANTE DOS BASTIDORES DE uma história sobre ganhar dinheiro e perder a inocência, mas também sobre como uma empresa que foi criada para juntar as pessoas separou dois amigos. Em 2003, o brasileiro Eduardo Saverin e o americano Mark Zuckerberg, bons alunos de Harvard e melhores amigos, procuravam uma forma de se destacar numa universidade ultracompetitiva. Em mais de uma noite solitária, Mark invade o servidor do campus para realizar a proeza que provocaria uma pane no sistema da instituição. Quase foi expulso, mas o episódio o inspirou a criar o Facebook - o site de relacionamentos que revolucionou a maneira como as pessoas se comunicam em todo o mundo.
Financiada por Eduardo, a pequena start-up decolou do alojamento estudantil para o Vale do Silício. Mas as ideias divergentes sobre o futuro do Facebook puseram à prova aquela amizade, que se transformou numa guerra em todos os sentidos. O entusiasmo e a energia dos tempos de universidade, que marcaram a parceria, logo se tornaram presas do mundo adulto dos sócios das venture capitals, dos advogados e do big money. 

" Dois segundos. É a diferença entre ser um campeão e ser esquecido, entre gravar seu nome numa placa, num troféu e numa parede ou ir para casa de mãos abanando, com uma simples menção honrosa e algumas lembranças. Dois segundos."                                                                                            

Minha opinião: É um livro extremamente interessante, mais não faz o meu tipo de livro! Para aqueles que querem conhecer o inicio do Facebook, é uma história bem cômica. Os primeiros capítulos é bem chatinho, mais logo depois melhora, então não desista! Uma das coisas que gostei do livro foi o detalhamento da história, dos momentos e personagens!Um fator que não gostei e que acabei achando alguns erros de português.
Bom Mark era só mais um nerd invisível na universidade até "terminar o namoro" em uma noite, ele encher a cara de cerveja e invadir os bancos de dados de fotos das irmandades para criar um site em que as pessoas deveriam escolher quem era a mais bela e escrever barbaridades em seu blog! Por isso Mark foi expulso. Alguns dias depois de todo o noticiário os gêmeos Winklevoss chamaram Mark para trabalhar em um site que eles queriam por no ar, sabiam da inteligência e agilidade do garoto. Porém Mark meio que passou a perna neles, melhorou a ideia e criou o The Facebook, junto com Eduardo, seu melhor amigo, quem entrou na empreitada como administrador financeiro, investindo de inicio mil reais. Em pouco tempo o Facebook virou sucesso e Mark e Eduardo resolveram romper as paredes de Harvard e expandir o site para outras universidades.
Mark que já não tinha muita coisa para fazer da vida, enfiou a cara no projeto, e Eduardo mesmo sabendo do sucesso do site, não queria largar a universidade e se dividia nas duas coisas, o que ás vezes incomodava o Mark.
Tudo ia muito bem até a paranóica da namorada de Eduardo marcar uma reunião para os dois conhecerem Sean Parker (um dos criadores do Napster). Eduardo não foi com a cara dele, mas Mark saiu de lá fã de Sean. Logo depois dessa reunião tudo começou a desandar para Eduardo, mas que ele só viria a perceber bem depois.
Ao fim, Sean transforma o Facebook em um grande sucesso com grandes investidores e com isso tenta passar a perna no Mark. Mark acredita que Eduardo não está tão ligado ao projeto quando resolve aceitar o estágio e não ir para a Califórnia com ele. Eduardo só descobre ao fim que nos papeis ele nem tem mais participação no Facebook por assinar alguns documentos sem ler.
Ao final de tudo isso todo mundo vai para justiça, cada um querendo sua parte . Os Winklevoss por dizer que Mark roubou seu projeto, Eduardo também por querer seus direitos no Facebook que foi tomado por Mark e o próprio Mark se defender dizendo que não era nada daquilo. Ao fim nem tudo fica claro, quem ganha e quem perde. Mais dá pra ter uma ideia. Ah! Para aqueles que não gostam de ler o livro, o filme é digno do livro, tá aprovado para assistir.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Bolo de pote da Bolinhos nos potinhos

Hoje vim falar de coisa gostosa! Afinal quem não ama gordices? 
Essa semana ganhei 4 bolos de potes da Bolinhos nos Potinhos . Lojinha lá de Salvador - Bahia!

Posso contar a verdade? Ele é muito gostoso e o preço e tipo muito fino! hahaha 
Ganhei quatro potinhos! Dois de 150 ml no sabor de limão e beijinho e mais dois de 250 ml no sabor de prestigio e Oreo.


Vieram nessas embalagens muito fofas com direito a lacinho e tudo! 
Preciso falar outra verdade! Quando pegamos o presentão ai, tinha em mente esperar chegar em casa (estávamos em salvador indo passar natal com a família) para tirar fotos extraordinárias! Mas me diz como eu ia aguentar três horas dentro do carro, olhando para os bolinhos e não comer? ahhahaa IMPOSSÍVEL! Então não resistir e tive que bater as fotos dentro do carro, porque eu queria muito comer! hahaha



(Esses foram os dois pequenos! Eu amei o de beijinho e meu namorado o de limão - bom que não teve briga!kkk)



Comemos com tanto gosto que acabou em menos de um minuto e eu despercebida esqueci de bater o de limão que meu namorado comia!hahahah - Prova de que tava bom!hahahah



O meu preferido! Sou suspeita de dizer, mais basta ter coquinho no doce que eu já acho delicioso!hahah (Esse foi o de 250 ml).



Meu segundo favorito o bolo de pote de 250 ml sabor Oreo. ! Muito muito gostoso! 
Por Deus agradeci que não houve brigas nos sabores entre eu e meu namorado! Os que eu mais gostei, foi exatamente o que ele não é fã! Gosto de tudo muito doce, já ele vai no ritmo dos menos doces ou azedinhos! Para que melhor? Somos a combinação perfeita! hahaha

Fiz esse post e não tinha mais bolo de pote comigo! Queria mais alguns para passar a semana! Por que a vida tem que ser doce para ser bonita né? E esse veio com camadas caprichadas de recheio!


Obrigado meninas por esse presentão maravilhoso! Estava tudo uma delicia!
Ah quem quiser encomendar os bolos no pote é só ir lá no instagram da loja ou ligar para 
☎️ (71) 3243-3609 
📱 (71) 9 9672-1378 (vivo)
 📱     (71) 9 8748-9149 (oi) 
📱   (71) 9 9109-6644 (tim)
quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Retrospectivas 2016 e minhas metas para 2017



Esse foi um ano estranho. Ainda tentando cair a ficha que não teria mais meu pai em minha vida, tentando conviver com isso e com a solidão que tudo se tornou, estava tentando também lutar contra a depressão que se assolava e a reconstrução do meu relacionamento que não sabia por onde começar. Foi dai que surgiu o blog, da sobra de tempo que eu tinha e dos inúmeros pensamentos ruins que chegavam! Quem diria né? Mas tivemos a ideia no dia 1 de janeiro de construir esse blog, e agora olha só como estamos! Foi uma virada e tanto em nossas vidas. O blog que era para ser um passatempo, cresceu, ganhou vocês e o meu coração, e agora virou minha prioridade número 1. E agora já fico imaginando como será nosso dezembro de 2017, muito louco né?
Todo mundo cria metas para o ano novo que estar por vir, as minhas não mudaram muito de 2016 para cá, mais acrescentei mais algumas coisas na lista. Como comecei o blog em janeiro não cheguei a fazer metas por aqui! Então vamos as nossas metas 2017?

1- Definitivamente conseguir um emprego em qualquer área. To apelando! Nessa crise meu bolso tá preto! hahah

2- Tomar vergonha e me reeducar na alimentação

3- Economizar muito mais que 2016 para poder fazer mais viagens.

4- Conseguir malhar certinho durante todo o ano! Porque 2016 por Deus! A academia corria da minha vida!

5- Fazer o blog crescer a cada dia! Ser o dobro do sucesso que ele foi esse ano.

6- Começar a fazer vídeos para o Youtube.

7- Fazer novos amigos

8- Sair mais, conhecer mais lugares.

9- Estudar e fazer cursos sem parar.

10 - Investir mais na área de fotografia

11- Aprender a usar programas profissionais de edição de foto e vídeo (morri esse ano tentando!)

12- Terminar minha pós-graduação, abrir minha clínica.

13- Tentar Mestrado.

14- Não fazer nenhuma maluquice no cabelo durante o ano (isso inclui pintar mais de duas vezes ou passar qualquer produto que não seja hidratações).

15- Ter mais paciência com minha família (sério! Isso pode não parecer mais é uma grande meta!kk)

16- Perder mais a vergonha.

17- Fazer meu namorado criar juízo, abrir a mente para oportunidades (Isso também é uma grande meta).

18- Ser menos bagunceira, cuidar mais da minha pessoa, ser menos preguiçosa.

19- Pegar pelo menos um dia do mês, ou quantos mais eu tiver, para fazer uma ação de caridade na minha cidade.

20- Ano passado conseguir ler 49 livros. Esse ano quero superar essa meta. Mais sem um número fixo. Apenas ler mais que 49.

21- Conseguir publicar meu livro!

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Drenagem Linfática pelo método Renata Franca



Lembra que ontem falei da Drenagem linfática? Pois é... Hoje resolvi contar um pouco sobre a drenagem que recebi da Leila Isbert em Salvador. O método que ela usa é o da Renata França.

O que é esse método?
Esse método chama-se Miracle Touch, misto de drenagem com massagem modeladora criado pela Renata há cinco anos .  A renata garante seu corpo mais afinado e torneado em um sessão.
A Miracle consegue deixar a musculatura uniforme. Trata-se de um método dois em um, que drena e molda numa só sessão.

Por que funciona mais?
Porque tentar modelar o corpo de uma cliente inchada é como pegar massinha e colocar dentro da água... Não se modela nada desse jeito!Se a pessoa fizer três por semana, já nos primeiros 20 dias dá para ver o corpo bem mais modelado e afinado. Em seis meses, as pernas ficam completamente diferentes.

Conheça um pouco através dos vídeos:



Minha opinião: A massagem é tudo aquilo que dizem mesmo! Na primeira sessão com a Leila em Salvador, foi perceptível que as pernas desincharam, a barriga desinchou e modelou, abaixo vou mostrar as fotos e vídeos para vocês, Aquela aparência de flacidez que eu tinha também no abdômen e pernas diminuiu muito. Realmente é como o nome diz, um milagre. Pós drenagem senti muita sede durante os dias posteriores e muita vontade de fazer xixi, o que normalmente acontece com quem faz drenagem, mais como nunca tinha feito e quase nunca bebo água nem vou constantemente ao banheiro, foi visível a mudança. Senti mais fome também!kkkkk 
A Leila além de ser uma excelente profissional, ela é muitooo simpática, batalhadora, alegra, no momento da drenagem conseguiu me orientar um pouco com relações a alimentação e exercício físico. Vai saber se agora eu não tomo vergonha nessa minha cara estampada e resolvo me reeducar? kkk (Meta pós drenagem e to seguindo a risca!).
Fiquei com uma vontade enorme de ter mais sessões com a Leila. Na verdade só não fechei nenhum pacote com ela, devido as viagens que farei agora em dezembro até meio de janeiro. Mais assim que voltar vou me organizar para tentar ir a Salvador fazer as drenagens com ela porque é espetacular.

As fotos:




Vídeo:


Quem quiser mais informações sobre a drenagem ou como fazer com a Leila é só falar com ela pelo insta (aqui!) ou pelo número: 071991858657.
Beijos e até a próxima!
segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Drenagem Linfática

Essa semana ganhei uma mega e sensacional Drenagem Linfática dos nossos queridos Your Closet Oficial e da Leila Isbert. Gente vocês não fazem ideia do quanto é bom e o efeito é instantâneo.
Então resolvi falar um pouco com vocês sobre a drenagem e em um próximo post focar no método usado pela Leila que foi a Drenagem pelo método de Renata Franca. Para não ficar muito grande.


O que é a Drenagem Linfática?


A drenagem linfática é uma técnica de massagem que tem por objetivo estimular o sistema linfático - uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo - a trabalhar de forma mais acelerada. Entre os principais benefícios do método estão a redução da retenção de líquido, ativação da circulação sanguínea, combate à celulite e até o relaxamento corporal.

Objetivos da Drenagem:

A função da drenagem linfática é retirar a linfa que fica acumulada entre as células, o que pode ser ocasionado por um retardo da pessoa na produção da linfa, por exemplo, ou por dificuldades da absorção por parte das células. Com essa estimulação, há a diminuição do inchaço e melhora da celulite. O procedimento melhora também a circulação em geral, relaxa o corpo e pode atuar discretamente no combate a gordura localizada - uma vez que a massagem aumenta o metabolismo do local.
Mas não se iluda, a drenagem linfática não emagrece por si só! Ela vai ajudar a reduzir medidas por acabar com o inchaço e eliminar toxinas do corpo. Mas para obter resultados mais efetivos será necessário abordar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e pratica de exercícios físicos.

Como é feita a drenagem:

Para que seja eficiente, a drenagem linfática deve ser feita sobre o trajeto dos vasos linfáticos, no sentido do gânglio linfático. Quando feita de forma manual, os movimentos são leves, com pressão em bracelete.
Cada região do corpo pede movimentos diferentes, sempre terminando em algum gânglio linfático. Nas pernas, os movimentos são ascendentes: da perna até a fossa poplítea (parte posterior do joelho), da coxa até a virilha. Na barriga o movimento deve ser feito até a virilha. Já nos braços e tórax, os movimentos vão a caminho das axilas.
Também é possível fazer drenagem linfática no rosto, sempre indo em direção aos gânglios linfáticos, dessa vez do pescoço. Por fim, o couro cabeludo também pode ser algo da massagem, principalmente em dois pontos: na parte alta do crânio e o segundo um pouco mais abaixo em direção as têmporas.
Para que seja mais eficiente, recomenda-se que o profissional faça o esvaziamento dos gânglios linfático, com movimentos circulares no sentido horário, antes de drenar a linfa em sua direção.
Este é um tratamento que deve ser feito de forma frequente para ter resultados. Você mesmo pode aprender os movimentos e fazer a drenagem linfática em si mesmo em casa, todos os dias. Ou, caso você prefira fazer com um profissional, pode ser de uma até três vezes por semana.

Contra-indicação:

A drenagem linfática está contraindicada para pessoas com infecção, pois as células infecciosas podem cair no sistema linfático e se espalhar mais facilmente pelo corpo. Pacientes com risco vascular, como insuficiência cardíaca, trombose e hipertensão descompensada também devem evitar o tratamento. Pacientes que estejam usando alguns remédios específicos para o tratamento de quimioterapia também são contraindicados, pois há possibilidade de restos tumorais de células cancerígenas serem captados nos linfonodos e metastizados em outros órgãos do corpo.
Não é necessária prescrição médica para fazer drenagem linfática, mas é recomendado consultar um dermatologista para verificar se a técnica está indicada e irá funcionar.

Resultados:

Os benefícios gerais da drenagem linfática, como a melhora de inchaço (edema), podem ser sentidos imediatamente. Já no caso da celulite, os resultados dependem de uma série de fatores, como alimentação, tabagismo, estresse, e do grau da celulite, é preciso antes mudar os hábitos que causam a retenção de líquidos. Em quadros mais avançados, são necessárias mais sessões de drenagem linfática para que sejam vistos os resultados.
A drenagem linfática não pode deixar hematomas no corpo, isso significa que algum vaso sanguíneo foi rompido. Normalmente isso acontece quando o profissional que está aplicando a técnica com mistura com a massagem modeladora ou outros tipos de tratamentos. Mesmo assim, nem mesmo a modeladora deveria deixar esse tipo de marca.

Alie a drenagem com outros métodos:

Alimentação balanceada : Os resultados desse tratamento para melhorar a circulação é muito maior se o paciente se alimentar bem. Reduzir a quantidade de sódio, por exemplo, ajuda muito a diminuir a retenção de líquidos, um dos problemas tratados pela drenagem linfática. E o sódio não está presente apenas no sal, ele é muito comum em alimentos industrializados, mesmo os doces como biscoitos recheados, sucos em pó e refrigerantes.
Por outro lado, vale a pena incluir mais fibras na sua alimentação, pois isso melhora o trânsito intestinal e com isso há uma melhora também na retenção de líquidos.

Ingestão de líquidos: Pode parecer irônico, mas quanto mais líquidos você ingerir, menos retenção terá! Isso porque o nosso corpo tem um equilíbrio muito grande com a água, portanto, quanto menos ela estiver disponível no corpo, mais ela ficará retida e menos ela será eliminada na urina, por exemplo. Por isso mesmo, garantir que seu corpo está sempre bem hidratado ajuda a reduzir a retenção, potencializando a sua drenagem linfática.

Atividade física regular: Não adianta, aumentar a quantidade de atividade física sempre será indicado quando o assunto é saúde. No caso da drenagem, o exercício aumenta a oxigenação do corpo, o que favorece a ação da sua drenagem linfática.


Como fazer a drenagem em casa?

Primeiro você deve preparar a pele, uma vez na semana você pode esfoliar o corpo.
Antes de iniciar a drenagem, massageie a pele de forma circular e suave para ativar a circulação local. 
Deite-se com apoio nas pernas para melhorar o retorno venoso com duração de quinze minutos antes de iniciar a massagem.
Para a massagem você pode usar as mãos ou o bambu.
O uso de óleos de massagem ou creme ajuda no deslizamento da mão e do objeto evitando atrito. Por isso escolha produtos com princípios ativos que ajudam na circulação ou celulite como a cafeína, guaraná, ginko biloba e centelha asiática.

Movimentos:

Na barriga



Fazer movimentos circulares em toda a barriga, no sentido horário, começando no umbigo. Repetir entre 5 a 10 vezes;


Fazer movimentos de fora para dentro e de cima para baixo em direção às virilhas, pressionando a barriga. Repetir entre 5 a 10 vezes;



Massagear a parte lateral da barriga de cima para baixo, pressionando suavemente a pele até chegar ao quadril. Repetir entre 5 a 10 vezes.

Nas pernas


Fazer movimentos desde o tornozelo até a parte detrás dos joelhos, pressionando as mãos contra a pele como se estivesse vestindo uma meia calça. Repetir entre 5 a 10 vezes;

Colocar as mãos atrás da dobra do joelho e subir até à virilha, passando pelo bumbum, como mostra a imagem 2. Repetir entre 5 a 10 vezes.





 Aprenda mais sobre a drenagem em vídeos:








Aguardem o próximo post! Beijos!
sábado, 24 de dezembro de 2016

Então é natal... e eu precisava desabafar


E por isso eu sabia que ia existir um momento exato para escrever esse texto. Primeiro porque é natal e ninguém vai ter tempo de ler minhas lamúrias. Segundo porque tem tanta coisa acontecendo na minha vida, que sinceramente daria um livro. E vai ter.

Sabe nunca entendi porque cada vez que eu passava natal ou ano novo viajando e longe da minha família, sendo na virada das festas por mais felizes que estivessem, eu sempre chorava. Mais não era um choro de felicidade, mas um choro de angustia, nunca entendi o motivo, mas naqueles momentos me arrependia de ter viajado e ficado longe dos meus pais. Quando eu ligava na virada para desejar feliz natal ou ano novo eu sempre chorava, parecia uma forma de arrependimento dentro de mim, porém logo passava. Mas isso me intrigou toda a vida. Ninguém fica triste nesses datas quando tem saúde, família, e estava em datas comemorativas viajando.

Hoje eu entendo aquele sentimento, é o mesmo que sinto nesses dias atuais, o choro do vazio. Tem um ano e oito meses que meu pai faleceu, eu já contei essa história aqui, e não tem um dia que eu não pense nele ou sinta sua falta. Ele era minha outra metade, minha metade totalmente oposta, mais eu amava isso.


Eu tinha razões para amar meu pai e para odiá-lo. Todos os filhos em algum momento odeiam os pais, eu odiava os meus quando ele queria que eu fosse medica, mas eu entendia, ele queria ter a certeza de que quando ele me deixasse eu teria uma vida financeiramente estável. Odiava quando ele mentia, e nisso meu pai era um mestre, ele não sabia mentir, mas mentia, e eu sentia isso a quilômetros de distância, porém isso também foi bom, cresci aprendendo quanto mentir e ruim, desagradável e que pode ferir algumas pessoas. Eu odiava meu pai, porque mesmo errado, ele queria que aceitássemos que ele estava certo, e como eu sou sua cópia, era briga na certa. Eu odiava que meu pai não tivesse um emprego fixo, porque dá mesma forma que ele queria me ver estável e independente, eu desejava o mesmo para ele. Mas eu também o amava, teria uma lista imensa para contar todos os motivos desse amor. Eu o amava, porque ele me via como sua princesa, mesmo eu já sendo bem grandinha. Amava porque tive minha adolescência baseada em festa, e ele me levava e buscava a todas, e também me proibia de ir quando sabia que não era lugar para eu estar. Amava porque alguns dias mesmo sem dinheiro, sem um real, se eu precisasse de qualquer coisa na rua, ele tratava de conseguir, eu o amava porque ele fazia todas as minhas vontades, porque eu parecia uma cópia dele, porque por diversas vezes a comida foi pouca na mesa, e eu vi ele se recusando a comer, dizendo não ter fome, para poder deixar pra eu comer. Eu o amava, porque eu o tinha todo o tempo comigo, para sair comigo, para almoçarmos juntos, para cochilarmos depois do almoço, para lanchar. Porque ele foi o único que sabia fazer um carinho pra eu dormir, que ninguém mais sabe, e hoje eu faço nas suas netinhas, que ele pouco viu crescer. Eu o amo, porque ele nunca me deixou faltar nada que eu queria, e eu via todas as suas dificuldades. Eu o amava porque mesmo sendo uma fracassada na minha área, ele não me via como fracassada, me via como sua filha. Ele acreditava nos meus planos, em qualquer um, por mais mirabolantes que eles fossem. Eu o amo, porque ele fazia questão de me dizer diariamente o quanto ele me amava, porque eu adorava abracá-lo, tirar seus cabelos do ouvido, pintar seu cabelo. Eu amava ver ele chegar e mesmo triste ele olhava nos meus olhos e esboçava um sorriso, e eu amava seus olhos e seu sorriso. Eu amava andar de mãos dadas na rua com ele (era seu maior orgulho). Como me faz falta...

E sabe porque eu falei tanto dele? Minha mãe nunca me viu como o meu pai. Desde que ele faleceu, tudo tem girado em torno dela, eu girei em torno dela. Eu sei, estou desempregada, e por isso definitivamente posso executar as atividades de casa e resolver os problemas que aparecer. Porém eu sou mais que uma filha desempregada, que exerce atividades em casa e resolve alguns problemas. Para minha mãe, sou um filha desempregada que tenho como obrigação ser a empregada dela. E isso tem me machucado muito. Depois da sua morte, eu tomei tudo como obrigação, e ás vezes até as obrigações que eram de meu pai, e eu não queria fazer o que ele fazia, não queria sentir que estava ocupando o lugar dele, ou que ele poderia se substituído, ou que apenas eu não queria fazer para não lembrar dele, mais ninguém se importava com o que eu sentia, nunca perguntaram. 
Algum tempo depois, minha mãe entrou em depressão, mesmo depois de toda minha luta para que isso não acontecesse, eu juro que lutei, então as coisas pioraram, ela saiu do trabalho, ficamos as duas desempregadas, e ela doente, em nenhum momento depois da morte dele me deixei cair. Sabia que isso não podia acontecer, se eu caísse, ela ia cair junto, se eu a perdesse também não sei o que faria, e tinha que dar forças ao meu irmão. Engoli toda a dor, sorrir e fui. Nunca deixou de doer, nunca diminuiu como me disseram que aconteceria. Choro todas as noites quando estou só, penso nele quando vejo pais por ai com seus filhos, velhinhos parecido com ele, lugar que fomos, que queríamos ir... Mas a dor permaneceu quieta dentro do peito. Quando minha mãe melhorou e conseguimos ficar unidas por um tempo na sua reabilitação, foi muito bom, ela pode me conhecer melhor, mas essa farra durou apenas algumas semanas e tudo voltou a ser o que era. A empregada da casa.

Tenho passado dias bem difíceis. Procurei psicologo, tomei remédio controlado, melhorou por um tempo, mais logo eles perderam o efeito e eu parei. Eu não gosto de estar desempregada, luto todo dia atrás de emprego (ah Tu, mas porque você não faz concurso? Porque? Vou te dizer, ela não quer que eu faça concurso se não for aqui da cidade ou bem próximo, para que eu esteja sempre aqui), tenho dias péssimos e depressivos quando não encontro nem lugar para por currículo. E choro por isso. Mas por isso apenas, ela deixou de olhar como filha e começou a me olhar como sua emprega. Ás vezes não me importo, estou em casa não me custa fazer, mais se eu arranjo algo para fazer e não fico em casa, ou preciso viajar, ou apenas não acordei bem, to triste, na deprê, e passo um dia sem fazer minhas obrigações, parece que nunca faço nada, e ai ela vira para o mundo inteiro e diz que eu não presto, que eu não faço nada, que eu sou ruim, e muitas outras coisas. Meu pai jamais faria isso. Ele dava valor. Ela não. Ela só dá valor enquanto eu estou graxeirando para ela.

Chorei muito essa semana por isso. Época de natal sempre lavamos a casa inteira, e esse ano não estávamos no clima, mais eu faria sem problema, ate pedi para fazer, mais ela decidiu chamar alguém para fazer isso, aceitei. Apareceu uns compromisso em outra cidade e fui, afinal a empregada que ela chamou iria fazer meu serviço, fiquei mais tempo do que eu esperava, cheguei no dia 23, vim feliz, sentia falta dela e de minha cachorra, cheguei contando tudo da viagem, que ela nem se deu ao trabalho de fazer cara de importância, então desistir. Mais ainda no clima de natal que a data merece, perguntei a ela no que podia ajudar, e ela me deu um zilhão de obrigações, que eu iria fazer. Porém decidir antes ver minha tia, avisar que havia chegado, e para minha surpresa, fui humilhada na frente de todo mundo, como a filha que largou a mãe só e fugiu da faxina...mais como assim? Ela não me disse que tinha chamado alguém? E a bendita não veio e fez? Não entendi o comentário. Respondi que não vim antes porque estava trabalhando, e não menti. Voltei.
E me dei conta que nada que eu fizer para minha mãe nessa vida, nem nas próximas será o suficiente. Nada. Pessoas boas para ela, são as que dão dinheiro ou estão a sua disposição, e assim que a pessoa te negar uma única vez já não presta. Então hoje eu desistir. 
Uma das minhas metas para 2017 era ter mais tempo para cuidar de mim, o que não fiz nesses últimos anos, então decidi começar mais cedo. Hoje. Decidir não me importar dessa vez com seus comentários, mas também não ser mais disponível nem conivente com ela. Já que não presto fazendo, pegarei esse tempo fútil de emprega e investirei no blog, na minha vida e no meu relacionamento.
Essa era a grande diferença dela para o meu pai. Meu pai sabia a importância do dinheiro, mais sabia que mais importante que isso, era amor. E isso ele tinha de sobra. E eu jamais vou me acostumar sem ele.
Hoje também decidi que não participarei do Natal em família, já não tinha clima, mas estava levando pela minha mãe, e resolvi não levar mais esse peso também. Vou dormir, não quero estar em outros natais e lembrar de como fui feliz, então ao menos dormindo posso ter a chance de sonhar com meu pai novamente, e quem sabe um dia estar com ele.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Pinturas do livro : Jardim Secreto

Oi galerinha! É com muita felicidade que venho dizer a vocês que acabei meu primeiro livro de colorir! Ufaaaaa! Um ano literalmente pintando apenas um livro! ahahahah
Então resolvi reunir as melhores pinturas do meu livro aqui para poder inspirar vocês! Espero que gostem!










































Atualizações do Instagram

SnapWidget · Free Widget