quarta-feira, 31 de maio de 2017

Atualização 2017


Gurias!
Estou passando para avisar que vai existir algumas mudanças aqui no blog, e são para lá de boas! ahahah
A primeira mudança nem tão boa assim é que não farei post mais diariamente, pode acontecer de ter uma vez ou outra, mas devido a criação de mais redes sociais, e ter que estar sempre atualizando todas, não tenho tempo para tudo, então alguns dias vou parar para atualizar todas as redes sociais e outros dias para fazer postagens, até tudo estar bem organizado.

domingo, 28 de maio de 2017

Show de Roberto Carlos em Feira de Santana em 2017



Galerinha! Nessa sexta-feira aconteceu o show de Roberto Carlos, e por um milagre divino, ganhei o ingresso nos 45 do 2° tempo, acreditam?
Minha mãe já havia comprado o dela e iria com a irmã. Foi uma treta enorme, mas no fim deu tudo certo e eu fui acompanhá-la. Estava em pânico dela ir só a um show (imagino quando eu que ia o que ela não passava de pânico em casa).
Bom existe alguns famosinhos que minha mãe sempre quis ir ao show e nunca foi. Ano passado levei ela para assistir Padre Fabio e Pastor Claúdio. E esse ano quando soube de Roberto aqui, ela não resistiu!
segunda-feira, 22 de maio de 2017

Livro 68°: Irmãs em Auschwitz


Titulo: Irmãs em Auschwitz
Autor: Rena Kornreich Gellisen e Heather Dune Macadam
Ano: 2015
Páginas: 406
Classificação: Autobiografia, história.
Frases do livro 


Sinopse: Irmãs em Auschwitz é escrito com simplicidade e graça E o sentimento avassalador que nos toma ao finalizar a leitura é um triunfo: ainda é possível encontrar altruísmo e união entre pessoas que vivem em um lugar de horror implacável. - Los Angeles Times Book Review Uma das poucas pessoas a se entregar voluntariamente para o exército alemão e ir a um campo de concentração quando ainda se acreditava que eram apenas campos de trabalho Rena Kornreich fez parte do primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz e sobreviveu ao campo nazista por mais de três anos, junto a sua irmã mais nova Danka. Juntas, ambas tiveram de ser resilientes a cada a perversidade vivenciada durante o período de aprisionamento. E, a despeito da iminência da morte, das doenças, das surras e do trabalho forçado, os relatos de Rena a respeito da convivência entre as prisioneiras nos garantem que a empatia emergida dentro de cada dormitório e de cada grupo de trabalho encorajou essas mulheres a permanecerem unidas até que Auschwitz fosse libertado e suas vidas fossem devolvidas para sempre.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Maquiagem Luisance: presta ou não?


Gentemm!
Algumas makes minhas acabaram, e ai passei semanas assistindo alguns vídeos, lendo opiniões de novas marcas para eu testar.
E o que aconteceu? Conheci a marca Luisance. Comprei então a base/corretivo ( 2 em 1 ) e a paleta de sombra nude da mesma marca.


Começando pela base, fiquei curiosa com o fato da base ser também um corretivo, como é isso mesmo?! Acertei na tonalidade (B), mas quando estava na loja na pressa não prestei atenção em alguns detalhes, o cheiro da base me incomodou bastante, já que não gosto de maquiagem com perfume. Para quem gosta é maravilhoso, que não é meu caso. Ele tem um cheiro forte de um perfume ou creme hidratante.


Sua cobertura é bem leve o que também não me agradou, gosto de coberturas médias ou altas ( o que eu usava da Vult ). Outra característica que observei foi que ela não aderiu bem a minha pele, ficou um pouco pegajoso, sem efeito matte e sem aderência (ao usar o celular, a base ficou bem transferida nele ou ao deitar no travesseiro).
Então o resultado foi bem insatisfatório para mim, e decidir que usarei a base para vlog, e comprarei outra marca para quando sair.



A paleta foi minha escolha pelo tamanho e cores nudes, Para viajar com uma paleta menor e bem mais viável que a paleta enorme que eu tenho. Mas novamente a vendedora me enfiou a mesma marca da base. E infelizmente tornei a não gostar do produto. Eis que apesar de ser bonitinha e ter cores predominantes nudes, a sombra não pigmenta na pele, por mais que eu armazene a sombra no lugar, ele não fica corado sabe?! Acaba que eu uso duas cores na sombra e misturo como faço com outras, mas ele fica homogêneo, uma cor só e bem claro.


Não foi minha melhor escolha, infelizmente.
Assim que eu chegar de viagem, voltarei a alguma loja para comprar novos produtos, e ai vou testar novamente e mostro tudo a vocês. Mesmo assim por causa do tamanho pequena, vou levar para viagens, ocupa pouco espaço e dá para fazer maquiagens bem básicas. O ponto forte dela foi exatamente o tamanho, cores nudes e a duração em média de 8 horas nos olhos. Tenho usado ela também para preenchimento de sombrancelha, o que já por não ficar com cor forte, ele fica bem discreto, dando um efeito natural.

Fiz um vídeo explicando melhor sobre os produtos:




quarta-feira, 10 de maio de 2017

Livro 67: O livro dos espíritos


Titulo: O livro dos espíritos
Autor: Allan Kardec
Ano: 2010
Editora: Feb
Páginas: 616
Classificação: Espirita
Frases do livro - Em construção 

Sinopse: O Livro dos Espíritos (Le Livre des Esprits) é o primeiro livro sobre a doutrina espírita publicado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, em 18 de abril de 1857, sob o pseudônimo Allan Kardec. É uma obra básica do espiritismo, e foi lançado por Kardec após seus estudos sobre os fenômenos que, segundo muitos pesquisadores da época, possuíam origem mediúnica, e estavam difundidos por toda a Europa durante o século XIX.

Minha opinião: Não existe muito o que explicar sobre as obras espiritas de Allan Kardec. Onde o livro contém perguntas e respostas sobre o universo, dúvidas que todos temos. Mostra que nada daquilo que se tem aqui de material, se leva junto a si depois da morte, esclarecendo que não devemos nos apegar ao material e sim ao espiritual, ao sentimento, as palavras, as ações.  Eu católica não presente na igreja, sempre orei, li a bíblia e tive fé, mas nunca me senti concluída na igreja, sempre me faltava algo, minhas perguntas nunca eram respondidas na igreja, uma pergunta sempre levava a outra, e não é falando mal da igreja, na verdade, depois que conheci o espiritismo, e os livros de Allan Kardec, parece que era tudo aquilo que eu sempre esperei, me senti bem e tranquila naquilo que eu tinha descoberto e estava participando, o espiritismo tirou minhas dúvidas, me trouxe calmaria e paz. Então eu acho que seja lá qual for sua religião, acho que todos deveriam ler, ao menos por curiosidade ou orientação. A cada nova leitura e releitura, uma nova descoberta, porque esse é o tipo de livro que não tem fim.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

11 filmes sobre Auschwitz

Há alguns meses atrás comecei a ler muitos livros sobre esse tema.  E apesar de não gostar de história, é um assunto que me segurou. Fatos reais e tristes de um passado que também foi nosso, e poder ler isso hoje, e ver tudo que aconteceu seculos atrás, e algo que eu ainda não sei explicar e nem desapegar. Então hoje a dica deixou de ser de livro e veio para filmes.

1- A lista de Schindler


Conta a história de um empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus ao empregá-los em sua fábrica à época da II Guerra Mundial. O roteiro é baseado no romance Schindler’s Ark, de Thomas Keneally.

2- O menino de pijama listrado


O menino Bruno de 8 anos, é filho de um oficial nazista que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel, um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.

3- Os falsários



A história de um falsário judeu (Karl Markovics) que, preso pelos nazistas, concordou em ajudar seus algozes em uma grande operação de falsificação criada para financiar os esforços de guerra. Depois do conflito, ele fugiu e terminou a vida entre Montevidéu e Porto Alegre.

4- O pianista


Conta a história sobre o o inferno vivido por Wladyslaw Szpilman, famoso pianista polonês que trabalha em uma rádio de Varsóvia e precisa fugir dos alemães que ocuparam seu país.

5-  O diário de Anne Frank



O best-seller que narra a vida da garota que passou quase três anos escondida com a família em Amsterdã, até ser descoberta e assassinada no campo de concentração de Bergen- Belsen.

6- A vida é bela


A vida não era bela nos campos de concentração, mas, neste consagrado drama italiano, o espirituoso Guido está determinado a esconder do filho Giosuè o horror no qual estão inseridos.

7- Sobrevivi ao holocausto



Julio Gartner, sobrevivente dos campos de concentração da Alemanha nazista, revisita os cenários do genocídio acompanhado por Marina Kagan, jovem com a mesma idade que ele tinha na época da Segunda Guerra. Uma conversa entre passado e presente, tendo como tema os horrores do Holocausto.

8- Filhos da guerra



A Primeira Guerra Mundial eclode na Europa e a Alemanha invade a pequena Bélgica. No meio de um dos combates mais sangrentos da história, uma adolescente e seus irmãos precisam amadurecer rapidamente.

9- O refugio secreto



A história verídica de Corrie Ten Boom, uma holandesa cristã que durante a Segunda Guerra Mundia organizou e liderou uma unidade de esconderijo na Holanda para ajudar os judeus a escaparem das forças nazistas. Mas quando a polícia secreta alemã descobre seus planos, Corrie experimenta toda a intensidade da brutalidade em Ravensburk, campo de concentração nazista para mulheres. Enfrentando humilhação, opressão e sofrimento, ela testemuha que o amor é ainda mais forte que o ódio.

10- Bent


O filme é baseado na peça de 1978, do dramaturgo norte-americano Martin Sherman. Além do holocausto, o longa aborda a intolerância sexual. Clive Owen, Lothaire Bluteau e Ian McKellen fazem parte do elenco.

11- Um dia em Auschwitz (disponível no Netflix)


Em memória ao fim do terrível campo de concentração que exterminou mais de 1 milhão de judeus, o Discovery exibe o especial UM DIA EM AUSCHWITZ. Acompanhe Kitty Hart-Moxon, que retornará ao local 70 anos após a sua liberação, para relembrar os horrores da guerra ao lado de Natalia e Lydia, duas estudantes de 16 anos, idade que Kitty tinha quando foi capturada. As estudantes fazem as perguntas e Kitty responde, passando assim o seu legado e a consciência da triste história para futuras gerações.
sexta-feira, 5 de maio de 2017

5 series aterrorizantes para o mês de maio!

Mês de maio chegou, e eu estou entrando em ressaca literária. Logo, o Netflix tem me feito um bem danado! Resolvi então indicar cinco series terrorista para esse mês. Apaga as luzes, põe o balde de pipoca perto e vamos as indicações.

1- Ghost Whisperer



Série americana criada por John Gray tem como roteiro a vida de Melinda Gordon, uma mulher que consegue se comunicar com os espíritos. Ela é casada com Jim Clancy qual ajuda ela a resolver os problemas de cada espírito que aparece nos episódios, mas ele se preocupa com a carga emocional que isso vá acarretar em Melinda. Os espíritos que aparecem na cena sempre procuram enviar uma mensagem ou terminar alguma tarefa aqui na terra para que ele possa seguir a luz, como explicado por Melinda. Ela também revela seu segredo durante o programa a sua amiga Delia Banks que trabalha no antiquário junto com Melinda e também com o professor Rick Payne, um especialista em crenças ocultas e histórias, que a ajuda a resolver todos os mistérios envolvendo os espíritos.
No dia 27 de maio de 2010, a CBS cancelou oficialmente seis séries.Eu sei que existe muita opinião sobre quando se trata de religião,e acho que cada deve seguir aquilo que acredita, tem fé, e nas inúmeras vezes te prova que é verdade. E não discuto religião aqui, mas a série em si. Eu gostei da série na maior parte, pelo realismo retratado na série, em Melinda por ser uma médium, e eu poder ter visto em algumas cenas, momentos que aconteceram também comigo, gostei também como ele representou as pessoas incrédulas com relação a religião, dos momentos também que os espíritos tentavam passar alguma mensagem ou terminar algo aqui na terra. Acho que acertaram na personagem Melinda, poque ela expressa um sentimento que parecia ser real, adorei o embalo de romance com Jim, acho que romance em qualquer série tudo fica melhor. Porém, concordo que é série e que isso permite que inovemos e sejamos criativos, mais achei algumas partes meio exageradas, como a que Jim morre e seu espírito encarna instantaneamente em outro corpo, o corpo voltando a viver instantaneamente, ou como os episódios feitos na parte subterrânea da loja de antiguidades dela (sem mais spoilers). Acho que por mais que seja uma série, algumas pessoas (como eu), procurou para assistir por ter o nome de James Van Praagh, é para alguém sem aprendizado da religião acaba acreditando no que assiste, ou desacreditando no trabalho do autor, ou confundindo mais a religião com algo que não deveria. A série é uma mistura de romance, muita comedia, terror, realismo, drama, tem um pouco de cada coisa, não entediando quem assiste.

2- American Horror Story


SE VOCÊ NÃO TEM SANGUE DE BARATA, NÃO ASSISTA!
É uma série de horror-drama, cada temporada é concebida como uma história independente, seguindo um conjunto de personagens e ambientações distintas, e um enredo com o seu próprio "começo, meio e fim."
A primeira temporada, intitulada American Horror Story: Murder House, ocorre nos dias atuais e é centrada na família Harmon, que se muda para uma mansão restaurada, sem saber que a casa é assombrada pelos seus antigos habitantes. A segunda temporada, intitulada American Horror Story: Asylum, ocorre no ano de 1964 e segue as histórias dos pacientes, médicos e freiras que ocupam uma instituição para criminosos insanos. A terceira temporada, American Horror Story: Coven, volta aos dias atuais, na cidade de Nova Orleans, e exibe os acontecimentos num clã de bruxas originadas de Salém e do vodu. A quarta temporada, American Horror Story: Freak Show trata de um espetáculo de aberrações na cidade de Jupiter, Flórida, em 1950. A quinta temporada, American Horror Story: Hotel, estreou em outubro de 2015 e é ambientada em um hotel macabro.

3- Paranormal Witness



Quer ficar uma semana sem dormir? Essa é sua serie! Uma série não aconselhável a pessoas sensíveis, Paranormal Witness é um drama exibido pelo canal SyFy em forma de documentários baseado em histórias reais que contam as experiências paranormais de pessoas comuns que afirmam terem presenciado experiências com fantasmas, espíritos, possessões e assombrações.

4- Bedlam


A Bedlam Heights, um edifício elegante e recém-reformado que fica próximo a uma metrópole britânica. Os apartamentos de alta qualidade oferecem moradias modernas, mas por trás dessa fachada, há horrores inimagináveis.

5- The Whispers


A série explora o que acontece quando uma força paranormal começa uma assombração misteriosa que tira a tranquilidade da terra usando os habitantes mais improváveis e confiantes no planeta - as crianças.
quarta-feira, 3 de maio de 2017

Livro 66°: Música em suas tranças


Titulo: Música em suas tranças
Autor: Ana Lúcia Merege
Ano: 2017
Editora: Draco
Páginas: 12
Classificação: Fantasia/ Romance


Sinopse: Conto de Ana Lúcia Merege para a série Athelgard. Em “O Castelo das Águias”, o que acontece entre Anna e Kieran parece ser amor à primeira vista. No entanto, fazia tempo que o mago ansiava pela chegada da mulher dos seus sonhos. Esta narrativa revela aos leitores o momento em que ele ouviu falar dela pela primeira vez.

Opinião: Depois de procurar um pouquinho pela história que me deixou curiosa, descobrir que " Música em suas tranças é de uma serie de contos de Athelgard, onde Kieran sonha com uma mulher que será o amor da sua vida, e ele espera ansiosamente por esse dia. E o conto fala exatamente do primeiro momento que Kieran ouve falar dessa mulher, Anna. Kieran está junto aos mestres em uma mesa, onde Camdell está lendo uma carta de Anna, onde ela fez desenhos e se retratou junto a eles. E pelos poucos aspectos que Kieran sabe de Anna, descobre que ela está mais perto que nunca, ela é a menina das cartas.
Um conto curto, surpreendente, curioso, deixando o leitor a procura do restante da saga. Para conhecermos não apenas um pouco mais dos personagens, mais também o final da história. Esse conto participa dos contos do dragão.

O que você achou do conto?



terça-feira, 2 de maio de 2017

1° Encontro de Youtubers Feirenses


Gurias!!!!
Saiu o primeiro Vlog do canal, mostrando tudo que aconteceu no sábado, junto com o encontrinho de youtubers feirenses! Corre então para assistir o vídeo, e não esquece de nos acompanhar nas redes sociais.


Se gostou dá aquele curtir, para que eu possa fazer mais! <3
beijos

Atualizações do Instagram

SnapWidget · Free Widget